Novo F22: Um supercarro atualizado da Donkervoort

A fabricante holandesa de supercarros Donkervoort Automobielen revelou seu último modelo, o  novo F22, e o nome não tem nada a ver com caças. Marcando o fim da era D8 GTO, o novo carro é mais rápido que o modelo anterior, graças ao motor Audi Sport de cinco cilindros 2.5L produzindo 493 cv (500 ps) e 640 Nm (472 lb-ft) de torque.

Novo F22: Um supercarro da  Donkervoort
Mais leve e atualizado

Veja mais: Peugeot 408

O princípio orientador para o desenvolvimento de todo o carro foi “menos é mais”. A empresa fez tudo o que pôde para organizar sempre que possível, passando de 98 peças de fibra de carbono na GTO Individual Series para apenas 54 na F22. O design limpo e minimalista resultante foi planejado para manter as coisas simples e, ao mesmo tempo, atrair um público mais amplo.

Mantendo o DNA Donkervoort com suas rodas abertas e frente longa, o novo carro é o resultado de um plano de desenvolvimento de cinco anos, trazendo “novos níveis de velocidade, manuseio, pureza de direção, design e praticidade”.

Com uma carroceria feita inteiramente de fibra de carbono e um chassi híbrido de carbono Ex-Core, este “peso-pena” pesa apenas 750 kg, mas tem um impacto médio. Assim, o novo supercarro de Donkervoort atingirá uma velocidade máxima de 290 km/h, atingindo 100 km/h em apenas 2,5 segundos, bem como 200 km/h em 7,5 segundos.

Os freios foram atualizados para maiores, enquanto a suspensão totalmente ativa foi totalmente redesenhada para manter o carro mais estável. A rigidez torcional também foi aprimorada sem adicionar peso ao chassi para combater as forças de 2,15 G geradas nas curvas.

O sistema eletrônico também foi simplificado, tornando o carro mais confiável e economizando peso extra. Inicialmente limitado a 50 unidades, a empresa decidiu aumentar para 75, disponibilizando o carro para os EUA, Europa e Emirados Árabes Unidos, a partir de € 245.000 (cerca de R$ 1.358.457,53) antes dos impostos.

As entregas começarão em janeiro de 2023 e esperamos que as próximas unidades do novo F22 desembarquem na América do Sul.