Renault

Novo pneu que roda sem ar e não fura, já existe?

Novo pneu que roda sem ar e não furaNovo pneu que roda sem ar e não fura

O novo pneu que roda sem ar da Michelin foi apresentado oficialmente ao público pela primeira vez. É o protótipo Uptis, que significa Unique Puncture-Proof Tire System (Sistema  Único de Pneu à Prova de Furos). A Tecnologia promete revoluções no campo, com expectativa de maior segurança e menor impacto ambiental. Borracha normal e fibra de vidro, esses são os principais materiais usados na construção do pneu sem ar.

Visualmente, não há muita diferença em relação aos pneus tradicionais, exceto pelo fato de que o composto é derramado nas laterais. Mesmo com essa semelhança, a Michelin afirma que o novo pneu é resistente a furos e não apresenta queda de pressão ou risco de danos laterais. Assim, permitirá uma viagem mais segura – sem “imprevistos”. Também será mais fácil de reciclar, o que promete torná-lo mais amigável ao planeta.

Michelin já tem data para começar a vender pneus sem ar e que não furam
Michelin já tem data para começar a vender pneus sem ar e que não furam

Veja mais: CHERY TIGGO 5X PCD 2022

Por enquanto, a Michelin não divulgou muitos detalhes do novo pneu, que está em fase de testes. O protótipo Uptis apareceu em 2017 com o nome de Vision. De lá pra cá, a fabricante tem aprimorado o projeto, chegando ao modelo atual.

O sistema da Michelin é semelhante ao dos pneus desenvolvidos para veículos lunares. O modelo possui pequenos raios de plástico reforçado com vidro, que sustentam a banda de rodagem, em vez de ar pressurizado. Dessa forma, é à prova de furos, o que eliminará, por exemplo, a necessidade de estepe, bem como o descarte prematuro por danos.

O novo pneu que roda sem ar foi anunciado pela Michelin em parceria com a General Motors. O projeto começou em 2017, e os primeiros testes começaram em 2019. Agora, as empresas estão divulgando as primeiras imagens, com os pneus instalados na escotilha elétrica Chevrolet Bolt. Com os avanços recentes, a Michelin prevê, assim, o início das vendas para 2024.

Deixe um comentário